... ...

19 outubro 2009

Filo-Café: Silencio ou Morte

7 Novembro 2009, 21h O Catro Petin Galiza

Inscrições Abertas: Para a sua inscrição indique nome, lugar de proveniência e área de emissão, através de incomunidade@gmail.com. As inscrições estarão abertas até final do mês de Outubro (podendo ser fechadas antes, caso o nº de inscritos o justifique) Áreas de Emissão: Pensamento, Multimédia, Fotografia, Música, Performance, Poesia, Pequenas-Comunicações, Artesanato, Filosofia, Semiótica, Pintura, Escultura.

Inscrições (a 17.outubro.2009): alba mendez (moaña, poesia), alberte moman (compostela, poesia), alberto augusto miranda (furadouro, pensamento), alexandra bernardo (lisboa, música), aline daka (porto alegre, pintura), deborah nofret (ponferrada, fotografia), estela guedes (lamego, poesia), iolanda aldrei (corunha, poesia), josé silva (feira, pintura e musica), julia jimenez (corunha, pintura), lois gil magariños (rois, performance), luis ramos (braga, pintura), manoel bonabal barreiro (santiago, pintura), maria joão mira (lisboa, escultura), maria potugal (lisboa, escultura), mariola soutelo (vigo, fotografia e poesia), naír g. abelleira (chantada, poesia), nelson silva (porto, fotografia), ramiro vidal alvarinho (oleiros, poesia), sandra guerreiro dias (coimbra, leitura performática), rosa enriques (petin, poesia), tuna (britiande, música)
Filos: Um filo-café é um triciclo. Movimenta-se pelos próprios. Não tem petróleo. A sua combustão é activada pelo desejo. Não se paga, não se paga. Apaga-se. E vem outro. Cabeças sem trono. Um filo-café lembra-se. Desaparece sem dor.

Ningún comentario:

Publicar un comentario

comentar